O fim do monopólio do gás geraria R$240 bilhões de receita

Estudo afirma que se o monopólio do gás fosse destruído mais de R$ 240 bilhões de reais seriam convertidos em receita, a proposta do governo é reduzir em 50% da produção e vendas da Petrobras.

Para que essa medida seja possível já está sendo estudado pelo Ministério da Economia, alternativas rentáveis para agilizar todo esse processo, como venda de gasodutos, cessão de contratos de fornecimento a empresas privadas e a geração do consumidor livre de gás. A meta que até o final desse primeiro semestre seja efetivada essas práticas para que a redução do preço do gás ocorra. É visto pelo ministério como uma forma de mudança da industrialização brasileira.

Caso ocorra a queda do monopólio do gás, novas cinco fábricas de petroquímica nasceriam junto a outras fábricas de siderúrgica.

Comentários Facebook